Sabão Caseiro com Óleo de Cozinha Usado

Sabão Caseiro com Óleo de Cozinha Usado

Hoje nós vamos ensinar uma receita caseira de sabão caseiro reciclando o óleo de cozinha já usado, o que é ótimo para o meio ambiente e ainda incentiva todas nós que somos donas de casa a ter um consumo bem mais consciente e sem falar na economia que fazemos quando optamos por fabricarmos em casa os nossos próprios produtos de limpeza.

Todo mundo sabe que não se deve desfazer do óleo de cozinha de qualquer maneira, ainda que seja uma pequena quantidade, o óleo não pode ser despejado na pia, pois além da possibilidade dele ficar retido na sua caixa de gordura e até mesmo causar entupimento, ele pode passar pelo encanamento e obstruir toda a rede de esgoto, prejudicando até outras residências. Para quem não sabe, esse é um tipo de produto altamente contaminante e por isso pode poluir muitos litros de água.

Você sabia que 50 mg de óleo, ou seja, uma quantidade aparentemente inofensiva, polui mais de 25 mil litros de água? Pois é, então por isso hoje incentivamos a reciclagem. Se é possível reutilizá-lo, por que não fazer?

Nós, que usamos muito esses produtos de limpeza e sabemos o quanto é oneroso comprá-los nesses mercados, adoramos quando encontramos na internet receitas de economia doméstica. Só que esse que vamos ensinar é muito diferente de alguns que encontramos por aí que usa bastante soda cáustica. O problema do excesso de soda cáustica é que acaba prejudicando a saúde e ao meio ambiente.

Você deve tá se perguntando: se a soda cáustica causa tantos prejuízos, por que normalmente é utilizada para fazer sabão? É importante explicar que a soda se torna perigosa quando tem contato com a nossa pele e os nossos olhos ou até mesmo quando é descartada de forma indevida, ou seja, da mesma forma que muita gente descarta o óleo de cozinha, como falamos acima.

Quando reutilizamos o óleo e o misturamos com a soda, estes se transformam em um outro produto que causa menos impacto ambiental, pois o sabão é um produto biodegradável, ou seja, se decompõe facilmente e polui menos. Para isso, precisamos usar a medida certa de cada ingrediente e não utilizarmos soda em excesso.

Então, mãos a obra e vamos anotar direitinho esse sabão que é de altíssima qualidade, pois essa receita tenta ao máximo chegar a um PH que não seja superior ao determinado pelas Anvisa. Lembrando que ao preparar este sabão, deve se usar os equipamentos de segurança, como máscara , luvas e óculos de proteção, pois como falamos e voltamos a reforçar aqui, a soda possui alto poder corrosivo.

Ingredientes:

1 litro de óleo usado

140 ml de água

135 gramas de soda cáustica em escama que é bem melhor que a líquida, pois tem mais poder de limpeza, por ter maior concentração

25 ml de álcool

aromatizante à gosto

Como preparar o sabão caseiro

Antes de começar, peneire o óleo usado e deixe reservado.

Em seguida, coloque a água para esquentar um pouco, mas não precisa ferver, apenas amornar. Em um recipiente de plástico bem resistente, ponha primeiro essa água morna e depois vá adicionando a soda aos poucos e mexendo bem com um colher de pau para dissolvê-la completamente. Jamais deixe a água esfriar para adicionar a soda, esta deve ser acrescentada na água morna e nunca na fria.

Agora, leve ao fogo o óleo já peneirado para também amornar e depois o coloque num balde para adicionar aos poucos a soda que foi diluída. Mexa bastante, por aproximadamente 20 minutos, até que a consistência seja parecida com a de um leite condensado.

Depois disso, acrescente o aromatizante na quantidade desejada e misture para então pôr o álcool bem devagar. Mexa por mais 10 minutos e depois é só colocar na forma. Aqui, nós usamos caixas de leite. No dia seguinte, quando já tiver bem durinha, desenforme e aguarde o tempo de cura que é de 45 dias, caso o clima na sua cidade seja de frio, mas se tiver em tempos quentes, pode deixar no mínimo 20 dias.

Gostou dessa dica? Então compartilhe nas redes sociais?

E não esqueça de ler o artigo que ensinamos a fazer 2 kg de Tira Manchas que está bombando na internet.

E para quem não deseja aderir a reciclagem do óleo, sugerimos, então, que seja despejado em uma garrafa pet e descartá-lo em locais próprios para a devida coleta.

Até a próxima!

Envie seu comentário