Como fazer bolo no pote para vender

Como fazer bolo no pote para vender

A nova moda de comidas no pote virou febre no Brasil e por conta disso, é possível fazer desde bolo no pote a saladas, frutas in natura, biscoitos enfim…se há criatividade, há potes com os mais diversos alimentos deliciosos.

E com a atual crise financeira que se instalou no país e trouxe muito desemprego, dificuldade financeira, contas a pagar, ter uma renda extra é, muitas vezes, a alternativa que muitos têm recorrido.

Seja com serviços específicos como conserto de algo ou criação de algo.

E o que mais tem se destacado é sem dúvida, o ramo da culinária e isso se explica pelo fato que as pessoas não podem parar de comer, além disso, a facilidade de encontrar alimentos prontos a serem servidos faz com que muitos “clientes” busquem por produtos que tragam facilidades a suas vidas.

O bom de tudo isso é que o ramo da culinária não proporcionam apenas uma renda extra como muitos dizem por aí, mas sim, independência financeira.

Isso mesmo! São muitos os casos de pessoas que começaram a fazer doces, por exemplo, para ajudar nas despesas da casa, e hoje vivem economicamente disso.

Imagina como é maravilhoso ter independência financeira, trabalhando em casa, fazendo seu próprio horário e fazendo o que gosta!?

Mas para isso é preciso conhecimento! Qualquer negócio sólido foi construído sobre o conhecimento. Com ele, alcançar o sucesso é mais fácil 😉

Por isso, hoje falaremos aqui de como fazer bolo no pote para vender e traremos algumas dicas que certamente irão te animar, então, vamos lá?!

como fazer bolo no pote para vender

Como Montar um Negócio de Bolo no Pote de Sucesso?

A ideia de fazer bolo no pote é tão incrível porque pode ser adaptada ao gosto da sua clientela, com mais ou menos recheio, mais ou menos molhado, com massa de diversos sabores e recheios de acordo com a criatividade de cada um.

Além disso, a ideia pode ser para degustação, lembrancinhas de festas de casamento, aniversários, bodas entre outras. Basta colocar aquela delícia em um pote, decorá-lo de acordo com a ocasião e curtir o sucesso do seu trabalho 😉

Tá, mas por onde começar a fazer e vender o bolo no pote?

Primeiro ponto é definir quais sabores iniciar o seu negócio! Como você ainda não sabe o gosto da sua clientela e não sabe por onde começar a fazer e vender o bolo no pote tem tanta prática assim, eu sugiro que faça poucos potes para iniciar e que comece por sabores mais tradicionais. Por incrível que pareça, as pessoas gostam mais dos tradicionais como cenoura com recheio de brigadeiro, prestígio, mousse de limão, maracujá ou morango e toalha felpuda.

Atenção a data de validade dos seus bolos no pote!

A ideia aqui é que seus produtos estejam sempre fresquinhos, por isso, esse detalhe é muito importante!

O bolo deverá ser mantido em geladeira até o momento da venda e, após isso, a validade será no máximo 3 ou 4 dias. Vale dizer também que se você colocar frutas como cobertura, deve considerar que as frutas precisarão ser consumidas no máximo 2 dias depois da fabricação.

Outro ponto a ser dito é que se você for deslocar os bolos no pote para vendê-los, o ideal é que estejam em bolsas térmicas para garantir a temperatura recomendada por mais tempo.

Tipos de embalagens para bolo no pote

Você poderá usar embalagens de plástico, acrílico ou vidro de acordo a ocasião!

Geralmente o tamanho da embalagem varia podendo ser de 200 ml a 350 ml.

A qualidade das embalagens é muito importante e o preço varia de acordo com o material utilizado na fabricação das mesmas. Lembre-se de escolher a que melhor se adequar ao seu orçamento e que a apresentação do seu produto é muito importante. É ela que “encherá os olhos dos clientes”!

E se seu produto for para uma ocasião em particular como bodas ou aniversários, capriche na decoração e encante com seu trabalho!

Não se esqueça da etiqueta! Um produto bem elaborado, com uma embalagem que encante precisa ser etiquetado. E nessa etiqueta deverá ter o seu contato, a data de fabricação e de validade do produto e o nome do sabor.

Dicas de Recheios e Massas para Bolo no Pote

Como já dito acima, sugiro que comecem pelos sabores tradicionais pois costumam ter mais saída, porém com o tempo você poderá e deverá diversificar e sabores mais, digamos que modernos, deverão fazer parte da sua vitrine como os de mousse de leite ninho, nutella, paçoca e outras frutas variadas.

Vejo muitas pessoas usando os famosos sucos em pó para fazer os mousses, mas particularmente prefiro as frutas verdadeiras. Pode observar que o sabor é incomparavelmente melhor e você ganhará créditos com seus clientes pela qualidade dos seus bolos.

Quanto a massa, não difícil de fazer! Você pode usar a mesma receita que você tem costume de fazer, porém existem receitas (tanto de recheios quanto de massas) que são muito mais econômicas e fáceis e não perdem em nada a qualidade.

como fazer bolo no pote para vender

Como Calcular o Preço de Revenda do Bolo no Pote

Essa com certeza é uma das principais dificuldades de quem está iniciando no ramo de bolo no pote para venda. Saber fazer esse cálculo é essencial para o sucesso do seu negócio, assim como saber comprar os ingredientes e materiais a serem utilizados pelo melhor preço!

Você poderá fazer os bolos no pote de diversos tamanhos e assim cobrar preços compatíveis com tamanho, claro!

Mas vamos considerar um pote de 200 ml, que é o mais utilizado.

Acrescente pelo menos 10% no valor devido aos insumos (energia elétrica, água e gás), divida a soma de todos os valores pela quantidade de potes que serão vendidos e este será o seu preço de custo. (Importante não se esquecer de acrescentar também o valor da embalagem, ou seja, do pote seja ele de plástico, acrílico ou vidro).

Agora, multiplique o valor encontrado no custo por 2 (lucro de 100%) para ter o valor final do seu produto.

Onde vender Bolo no Pote – Dicas

Acredito que a grande dificuldade de quem está começando no mercado seja essa: Onde vender bolo no pote? Especialmente se você é tímida não é mesmo?!

Realmente isso pode ser muito difícil, se você só olhar para a timidez, mas vamos te ajudar com algumas dicas:

Divulgue seu trabalho entre parentes e amigos. Eles, quase sempre serão os primeiros a comprar de você! Peça que eles divulguem seu trabalho para outros conhecidos.
Divulgue seu trabalho nos comércios locais, pode ser perto de onde você mora. Faça parceria com salões de cabeleireiros, escolas, comércios em geral, pequenas empresas.
Crie uma logo do seu negócio onde todos que vejam identifiquem com você e seu produto. Essa mesma logo deverá estar na etiqueta do pote. É muito importante que o seu produto tenha essa etiqueta com a identificação do seu negócio, contato e data de validade!
Faça uma página no facebook  e pinterest para o seu negócio e divulgue entre os seus amigos. Faça promoções e incentive o compartilhamento da publicação da promoção. Esteja sempre presente nas redes sociais.

Essas são algumas dicas, mas você poderá encontrar outras no curso Bolo no Pote que te ajudarão a divulgar o seu trabalho e assim ter sucesso no seu negócio!

Para você ter uma noção, é possível ter uma média de ganho de cerca de 3 a 5 mil reais por mês com a vendas de bolos e doces no pote.

Garantir que seus bolos e doces estejam sempre atualizados é muito importante. A Márcia Tozzo , confeiteira profissional, criou um curso Bolos no Pote que traz receitas atuais de massas, recheios de diversos tipos, tortas, naked cake e muitas dicas e truques de quem conhece o mercado, os gostos dos clientes, o que fazer para ter lucro sempre, como economizar mas manter a qualidade entre outros, conheça CLICANDO AQUI.

Envie seu comentário